• Redação Nova Brasil América

Policiais do estado de Massachusetts pedem demissão devido a obrigatoriedade da vacina Covid-19

A Associação da Polícia Estadual de Massachusetts (SPAM) disse que dezenas de soldados enviaram seus papéis de demissão como resultado da obrigatoriedade da vacina COVID-19


O estado de Massachusetts exige que todos os funcionários da secretaria executiva apresentem comprovante de vacinação até o dia 17 de outubro, sob pena de perder o emprego. Cerca de 20% dos funcionários da Polícia Estadual não são vacinados, segundo o procurador do sindicato.


Na semana passada, um juiz negou um pedido do sindicato da Polícia Estadual para colocar um controle sobre a obrigatoriedade da vacina por parte do governador Charlie Baker para soldados. O sindicato divulgou esta declaração após a decisão do juiz:


Em toda a COVID, estivemos na linha de frente protegendo os cidadãos de Massachusetts e além. Simplificando, tudo o que estamos pedindo são as mesmas acomodações básicas que inúmeros outros departamentos forneceram aos seus primeiros respondentes e para tratar uma doença relacionada ao COVID como uma lesão por dever.


Até o momento, dezenas de soldados já enviaram sua papelada de demissão, alguns dos quais planejam retornar a outros departamentos que oferecem alternativas razoáveis, como uso de máscara e testes regulares. A Polícia Estadual já conta com uma falta crítica de pessoal e reconheceu isso pelos movimentos sem precedentes que levaram soldados de unidades especializadas que investigam homicídios, terrorismo, crimes de informática, incêndios criminosos, gangues, narcóticos e tráfico de pessoas a voltarem à patrulha uniformizada.


O sindicato, que representa 1.800 membros, argumentou que o estado precisava negociar com os trabalhadores antes de implementar a obrigatoriedade.

0 visualização0 comentário